quarta-feira, 8 de maio de 2019

AÇÕES DO DEPUTADO JOÃO BOSCO CARNEIRO FORTALECEM O TURISMO PARAIBANO

A imagem pode conter: 3 pessoas, texto e atividades ao ar livre
O TURISMO DA PARAÍBA TEM  RECEBIDO O APOIO DO DEPUTADO BOSCO CARNEIRO
Nosso mandato tem colaborado com o turismo paraibano, seja através de destinação de recursos de emendas parlamentares, na criação de leis ou até mesmo na luta por melhorias na tribuna da Assembleia Legislativa.

A destinação de recursos para regularização e qualificação de pessoal no Cadastur e a lei que isentou o IPVA para os motoristas de transportes de turismo, são exemplos das ações de nosso mandato e que fortalecem o setor e ainda qualifica o atendimento turístico de nosso estado. 

Ao fortalecer a CULTURA POPULAR através de Emendas Parlamentares e outras ações, também estamos fortalecendo indiretamente o trade turístico da Paraiba.

Á todos e todas envolvidos nas ações e realizações do turismo paraibano, os nossos parabéns pela passagem deste dia.

Matéria editada por Severino Antonio (bibiu) com informações da Assessoria Parlamentar.

quinta-feira, 25 de abril de 2019

NOTÍCIAS DO MANDATO DO DEPUTADO ESTADUAL JOÃO BOSCO CARNEIRO JUNIOR

GARANTIR Á TODAS AS MULHERES SEGURANÇA E CIDADANIA, É TAMBÉM UMA PREOCUPAÇÃO DO DEPUTADO ESTADUAL JOÃO BOSCO CARNEIRO JUNIOR

Preocupado com as altas taxas de Feminicídios ocorridas na Paraiba nos últimos meses, o Deputado João Bosco Carneiro Junior protocolou na Assembleia Legislativa um requerimento solicitando ao Governador da Paraiba a instalação de uma sede da Delegacia da Mulher em Alagoa Grande e outra em Itabaiana. O objetivo é ampliar e fortalecer a rede de proteção às mulheres também nestes municípios. O requerimento segue em tramitação e com certeza, em breve será aprovado por todos e todas colegas deputados(as). 

REFORMA DE ESCOLA EM COMUNIDADE POBRE DE ALAGOA GRANDE, MAIS UMA CONQUISTA DO DEPUTADO JOÃO BOSCO CARNEIRO JUNIOR

Mais uma importante ação conseguida pelo Deputado João Bosco Carneiro Junior para o Município de Alagoa Grande foi a reforma da Escola Estadual Manoel Barbosa de Lucena, localizada no Alto do Cruzeiro em Alagoa Grande. Comunidade de extrema carência que o Deputado sempre teve uma especial atenção desde os idos em que ele foi Prefeito do Município.  Comunicado de que a reforma está em pleno andamento e deixando toda a comunidade satisfeita, o Deputado Bosco Junior se manifestou da seguinte forma para agradecer ao Governo do Estado:  - Gostaria de agradecer ao Governo do Estado da Paraíba pelo atendimento de nosso Requerimento Parlamentar. São ações como estas que fortalecem a educação e que nos estimulam a trabalhar ainda mais por nossa gente. 

DEPUTADO BOSCO CARNEIRO APOIA OS ESCRITORES PARAIBANOS

Nesta semana tivemos transcorrido o Dia Internacional do Livro e a respeito do tema, o Deputado Estadual João Bosco Carneiro Junior fez o seguinte comentário:  - Neste Dia Mundial do Livro gostaria de ressaltar a importância do incentivo na produção de livros de autores paraibanos. Através de emendas parlamentares elaboradas por nosso mandato, autores de nosso estado puderam realizar o sonho de publicar seus livros através da Fundação Casa de José Américo. Ação de incentivo à leitura e ao fortalecimento da educação e da cultura paraibana.

Edição da Matéria - Severino Antonio (bibiu).
Fonte: Mídias Sociais do Deputado Bosco Junior

sexta-feira, 12 de abril de 2019

PREFEITURA DE ALAGOA GRANDE CONVOCA SERVIDORES COM DIREITO AO RATEIO DO FUNDEF

ALAGOA GRANDE INICIA PAGAMENTO DOS ATRASADOS DO FUNDEF
A Prefeitura de Alagoa Grande convoca todos os beneficiários do rateio da verba do FUNDEF, (2002 - 2007) para comparecerem ao auditório da Prefeitura, nesta sexta-feira, dia 12 de abril, a partir das 9:00h da manhã, com o objetivo de assinarem o termo de autorização dos valores, possibilitando assim o depósito das quantias individualizadas.

FONTE DA MATÉRIA:BLOG DO RILDO

quinta-feira, 4 de abril de 2019

DEPUTADO JOÃO BOSCO JUNIOR CONFIRMA DR. SOBRINHO PARA 2020 em ALAGOA GRANDE

DEPUTADO JOÃO BOSCO JUNIOR CONFIRMA APOIO AO DR. SOBRINHO
O deputado estadual João Bosco Carneiro Júnior, anunciou nesta quarta-feira (03) o apoio a pré-candidatura de reeleição do prefeito de Alagoa Grande, Antônio Sobrinho (PSD). O anúncio ocorreu durante entrevista a Rádio do Sistema Arapuan, em João Pessoa.

 “Eu tive a oportunidade na eleição passada (2018) de contar com o apoio do prefeito Sobrinho. Sobrinho é candidato a reeleição, e naturalmente o nosso grupo vai apoia-lo na reeleição”, disse Bosco Júnior.

 Na avaliação de Júnior, o apoio do grupo liderado por ele, apoiará a reeleição do prefeito Antônio Sobrinho (PSD) nas eleições de 2020, reconhecendo o apoio e o empenho do grupo liderado pelo gestor no pleito de 2018. Neste contexto, Júnior garante apoio ao projeto de reeleição do atual gestor alagoagrandense.

 O candidato a vice-prefeito será indicado por Júnior Carneiro no projeto de reeleição do prefeito Antônio Sobrinho (PSD).

Edição da Matéria: Seerino Antonio - bibiu

terça-feira, 2 de abril de 2019

BARRAGEM NOVA CAMARÁ - GRANDIOSIDADE E SEGURANÇA PARA O ABASTECIMENTO DA POPULAÇÃO



BARRAGEM NOVA CAMARÁ - LONGE DE ATINGIR SUA CAPACIDADE DE ARMAZENAMENTO
Visando trazer tranquilidade a população alagoagrandense e circunvizinha em face de um áudio divulgado no fim de semana passado dizendo que “a nova barragem de Camará estava correndo perigo”, o Deputado João Bosco Junior enviou uma equipe de assessores ao local para constatarem a situação da citada barragem.

 VÍDEO MOSTRANDO QUE A NOVA CAMARÁ É RESISTENTE E SEGURA

Na realidade, o que a equipe se separou foi com uma obra suntuosa contendo em torno de cinco por cento de sua capacidade de acumulação de água, no momento.  Na barragem NOVA CAMARÁ tudo é gigantesco, se configurando como uma das maiores obras do interior da Paraiba construída pelo ex-governador Ricardo Coutinho.
PAREDÃO IMENSO DA NOVA CAMARÁ - UMA OBRA GIGANTESCA
 Em entrevista com moradores vizinhos e que até chegaram a trabalhar na obra, os mesmos afirmaram que “a barragem não tem o menor perigo de nada, e que só daqui há uns cinco invernos, é que provavelmente a mesma atinja sua capacidade de acumulação”.

Assim sendo, a equipe de assessores do Deputado João Bosco Junior está a divulgar fotos e vídeos da citada Barragem nas redes sociais e garantido a toda população que tudo está na mais serena tranquilidade e que a falsa notícia não passou do que se chama modernamente de “FAKE NEWS”.
SERIA BOM A POPULAÇÃO CONHECER A NOVA CAMARÁ
PARA CONSTATAR A SEGURANÇA E A GRANDIOSIDADE DA OBRA
 Equipe composta pela Jornalista Tamires Dyza, Jornalista José Gildo de Araujo e de Severino Antonio (bibiu).

Alagoa Grande, 02 de Abril de 2019.





terça-feira, 26 de março de 2019

CONHEÇAM O MECANISMO QUE DOMINA, EXPLORA E MANTÉM O BRASIL NO ETERNO SUBMUNDO DO DESENVOLVIMENTO


LULA E DEMAIS PRESIDENTES SABIAM DO MECANISMO EM QUE ESTAVAM INSERIDOS.
Vinte e sete enunciados sobre a oportunidade de desmontar o mecanismo de exploração da sociedade brasileira

01) Na base do sistema político brasileiro, opera um mecanismo de exploração da sociedade por quadrilhas formadas por fornecedores do Estado e grandes partidos políticos. (Em meu último artigo, intitulado Desobediência Civil, descrevi como este mecanismo exploratório opera. Adiante, me refiro a ele apenas como “o mecanismo”.)

02) O mecanismo opera em todas as esferas do setor público: no Legislativo, no Executivo, no governo federal, nos estados e nos municípios.

03) No Executivo, ele opera via superfaturamento de obras e de serviços prestados ao estado e às empresas estatais.

04) No Legislativo, ele opera via a formulação de legislações que dão vantagens indevidas a grupos empresariais dispostos a pagar por elas.

05) O mecanismo existe à revelia da ideologia.

06) O mecanismo viabilizou a eleição de todos os governos brasileiros desde a retomada das eleições diretas, sejam eles de esquerda ou de direita.

07) Foi o mecanismo quem manipulou as massas para eleger: o PMDB, o DEM, o PSDB e o PT. Foi o mecanismo quem elegeu José Sarney, Fernando Collor de Mello, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer.

08) No sistema político brasileiro, a ideologia está limitada pelo mecanismo: ela pode balizar políticas públicas, mas somente quando estas políticas não interferem com o funcionamento do mecanismo.

09) O mecanismo opera uma seleção: políticos que não aderem a ele têm poucos recursos para fazer campanhas eleitorais e raramente são eleitos ou re-eleitos.

10) A seleção operada pelo mecanismo é ética e moral: políticos que têm valores incompatíveis com a corrupção tendem a ser eliminados do sistema político brasileiro pelo mecanismo.

11) O mecanismo impõe uma barreira para a entrada de pessoas inteligentes e honestas na política nacional, posto que as pessoas inteligentes entendem como ele funciona e as pessoas honestas não o aceitam.

12) A grande maioria dos políticos brasileiros tem baixos padrões morais e éticos. (Não se sabe se isto decorre do mecanismo, ou se o mecanismo decorre disto. Sabe-se, todavia, que na vigência do mecanismo este sempre será o caso.)

13) A administração pública brasileira se constitui a partir de acordos relativos a repartição dos recursos desviados pelo mecanismo.

14) Um político que chega ao poder pode fazer mudanças administrativas no país, mas somente quando estas mudanças não colocam em xeque o funcionamento do mecanismo.

15) Um político honesto que porventura chegue ao poder e tente fazer mudanças administrativas e legais que vão contra o mecanismo terá contra ele a maioria dos membros da sua classe.

16) A eficiência e a transparência estão em contradição com o mecanismo.

17) Resulta daí que na vigência do mecanismo o Estado brasileiro jamais poderá ser eficiente no controle dos gastos públicos.

18) As políticas econômicas e as práticas administrativas que levam ao crescimento econômico sustentável são, portanto, incompatíveis com o mecanismo, que tende a gerar um estado cronicamente deficitário.

19) Embora o mecanismo não possa conviver com um Estado eficiente, ele também não pode deixar o Estado falir. Se o Estado falir o mecanismo morre.

20) A combinação destes dois fatores faz com que a economia brasileira tenha períodos de crescimento baixos, seguidos de crise fiscal, seguidos de ajustes que visam conter os gastos públicos, seguidos de novos períodos de crescimento baixo, seguidos de nova crise fiscal...

21) Como as leis são feitas por congressistas corruptos, e os magistrados das cortes superiores são indicados por políticos eleitos pelo mecanismo, é natural que tanto a lei quanto os magistrados das instâncias superiores tendam a ser lenientes com a corrupção. (Pense no foro privilegiado. Pense no fato de que apesar de mais de 500 parlamentares terem sido investigados pelo STF desde 1998, a primeira condenação só tenha ocorrido em 2010.)

22) A operação Lava-Jato só foi possível por causa de uma conjunção improvável de fatores: um governo extremamente incompetente e fragilizado diante da derrocada econômica que causou, uma bobeada do parlamento que não percebeu que a legislação que operacionalizou a delação premiada era incompatível com o mecanismo, e o fato de que uma investigação potencialmente explosiva caiu nas mãos de uma equipe de investigadores, procuradores e de juízes, rígida, competente e com bastante sorte.

23) Não é certo que a Lava-Jato vai promover o desmonte do mecanismo. As forças politicas e jurídicas contrárias são significativas.

24) O Brasil atual está sendo administrado por um grupo de políticos especializados em operar o mecanismo, e que quer mantê-lo funcionando.

25) O desmonte definitivo do mecanismo é mais importante para o Brasil do que a estabilidade econômica de curto prazo.

26) Sem forte mobilização popular, é improvável que a Lava-Jato promova o desmonte do mecanismo.

27) Se o desmonte do mecanismo não decorrer da Lava-Jato, os políticos vão alterar a lei, e o Brasil terá que conviver com o mecanismo por um longo tempo."   

  José Padilha, colunista de O Globo  

Pesquisa e Edição desta matéria - Severino Antonio - bibiu
 

quinta-feira, 21 de março de 2019

SEMINÁRIO PARAIBANO DO ARTESANTO RECEBE APOIO DO GOVERNADOR

GOVERNADOR JOÃO AZEVEDO DÁ INÍCIO AO CALENDÁRIO DE EVENTOS PARA O ARTESANATO
 O governador João Azevêdo abriu, nesta quarta-feira (20), no auditório do Shopping Sebrae, em João Pessoa, o Seminário Paraibano do Artesanato. O evento, que também será realizado nesta quinta-feira (21), em Campina Grande, e na sexta-feira (22), em Patos, tem o objetivo de retomar as atividades de capacitação do programa, oferecendo aos artesãos a oportunidade de inovar e empreender. Os deputados estaduais João Gonçalves e Branco Mendes, além de auxiliares da gestão estadual estiveram presentes.

O seminário é uma realização do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) com a parceria do Sebrae Paraíba, da Federação dos Artesãos da Paraíba (Fasart), do Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac), da empresa Net Eventos e Montagens, da empresa Anno Domini Consultoria e Treinamento e da Prefeitura Municipal de Patos.
ARTESANATO DE ALAGOA GRANDE, PB
 Na ocasião, o governador João Azevêdo afirmou que o seminário permite a troca de experiências e orienta os artesãos para a produção e comercialização de produtos. “Um marco como esse voltado para capacitar o artesão é fundamental para o crescimento do segmento. A economia criativa no Brasil se torna um ponto fundamental para geração de emprego e renda porque as relações trabalhistas serão diferentes; nesse sentido, o empreendedorismo e a produção serão muito importantes para a sobrevivência das pessoas”, observou.

O chefe do Executivo estadual também destacou que o evento de hoje é importante para preparar os artesãos paraibanos para o grande Salão de Artesanato que ocorrerá em Campina Grande no mês de junho. “O local já está sendo organizado para que a gente tenha uma grande feira e possamos fazer com que o artesanato da Paraíba retome o seu lugar de honra no Brasil”, ressaltou.

A primeira-dama e presidente de honra do PAP, Ana Maria Sales Lins, disse que se sente feliz de poder ajudar e participar do Programa de Artesanato, que tem a missão de apoiar e incentivar a atividade no Estado. “A Paraíba tem o mais belo e rico artesanato do Brasil e nós temos o objetivo de dar um salto qualitativo para fazer crescer ainda mais o nosso artesanato. Podemos alcançar melhores índices de produtividade e de comercialização, aumentando a rentabilidade de cada artesão. Aproveito para homenagear e reconhecer o trabalho do artesão que teve seu dia comemorado ontem, 19 de março”, declarou.

O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, disse que o encontro aproxima a gestão do artesão. “O Programa de Artesanato da Paraíba é muito dinâmico, vai além do Salão de Artesanato e visa fomentar as ações de uma maneira geral. Eventos como esse permitem que o artesão tenha uma nova visão de mercado e de empreendedorismo”, pontuou.

A gestora do PAP, Marielza Rodriguez, destacou que a realização do primeiro evento da gestão de João Azevêdo voltado para o artesão reforça o compromisso com o segmento. “Nós estamos mostrando ao artesão as novas diretrizes e estratégias para o artesanato paraibano nos próximos quatro anos. Nesse evento também vamos retomar o Departamento de Capacitação do Programa do Artesanato nessa constante preocupação de que o artesão deve estar capacitado, orientado e informado sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo para ter mais sucesso em seu negócio”, disse.

O superintendente do Sebrae, Walter Aguiar, elogiou o Governo da Paraíba.  “A realização desse seminário aprofunda algumas questões no sentido de ter um olhar para o período de transformação digital e o artesanato também se encaixa nesse processo. A atividade está dentro da economia criativa que só é válida se tiver sustentabilidade”, completou.

A presidente da Federação das Associações e Cooperativas dos Artesãos da Paraíba (Fasart), Miriam Rodrigues, parabenizou o Programa de Artesanato da Paraíba e falou que o momento é de “trabalho conjunto para o fortalecimento da atividade no Estado”.

A artesã Maria Josilene Bernardo enalteceu a inciativa do Governo de oferecer espaços para qualificação do setor. “Esse seminário é muito importante para todos os artesãos. O tempo passa e surgem novas ideias, novos contatos e nós estamos tendo a oportunidade de nos reciclar. O artesão precisa se valorizar como artista e as novas tecnologias possibilitam vendas para todos os lugares do mundo. Esse é um dia único e vale a pena participar de seminários como esse”, comentou.

O Programa de Artesanato da Paraíba, da Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico (Setde), tem por missão promover o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva do artesanato com ligação direta com a economia criativa e o turismo, preservando a cultura do Estado e estimulando o empreendedorismo do artesão.

Edição da Matéria neste blog: Severino Antonio - bibiu
Matéria colhida no site - INFORMA PARAIBA